top of page

Aneel homologa resultado do Leilão de Energia Nova A-5 de setembro de 2021

Atualizado: 27 de mar. de 2022

Negociações envolveram 1.510 lotes que somam 25.145.452,80 MWh em contratos totalizando R$ 5,9 bilhões




A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) homologou, nesta terça (25/1), o resultado final do Leilão de Energia Nova A-5, de setembro de 2021, cujos investimentos atraídos somam cerca de R$ 3,067 bilhões.

Com os recursos, serão viabilizadas as obras de 40 usinas, com a capacidade somada de 860,796 megawatts (MW) de potência, e o início do suprimento está previsto para 1º de janeiro de 2026.

O objetivo do leilão A-5 foi a contratação de energia elétrica proveniente de novos empreendimentos de geração, a partir de fontes hídrica, eólica, solar fotovoltaica, e também termelétricas a biomassa, gás natural, carvão mineral e de tratamento de resíduos sólidos urbanos.


Foram negociados 1.510 lotes, que somam 25.145.452,80 MWh, ao preço médio de venda de R$ 238,37 por MWh. Os contratos somam R$ 5,9 bilhões. O deságio médio foi de 17,48%.

Do lado comprador, cinco distribuidoras se interessaram em adquirir a energia oferecida pelas usinas participantes: Celpa, Cemar, CPFL Jaguari, CPFL Paulista e Light.

O abastecimento será pelo período de até 25 anos, a depender do tipo de fonte, após firmados os contratos. Segundo a Aneel, os acordos foram fechados por um preço abaixo do valor nominal, gerando economia de R$ 1.269 bilhão.


Leilões para 2022–2024 têm cronograma definido

O Ministério de Minas e Energia (MME) definiu em dezembro do ano passado os cronogramas de leilões para contratação de geração e concessão para transmissão de energia elétrica ao longo do triênio 2022–2024.

Os lotes dos leilões de transmissão previstos para o ano de 2022 somam cerca de R$ 11 bilhões nos dois certames.

Para 2022 estão previstos oito leilões de energia ou de reserva de capacidade:

  • Maio: um leilão de energia nova A-4

  • Agosto: leilões de energia nova A-5 e A-6

  • Setembro: leilão de reserva de capacidade (nos termos da lei 14182/21)

  • Outubro: leilão para suprimento aos sistemas isolados

  • Novembro: leilão de reserva de capacidade na forma de potência

  • Dezembro: leilões de energia existente A-1 e A-2

Para 2023 e 2024 são 7 os leilões previstos:

  • Março: leilões de reserva de capacidade (nos termos da lei 14182/21)

  • Agosto: leilões de energia nova A-4 e A-6

  • Outubro: leilões para suprimento aos sistemas isolados

  • Novembro: leilões de reserva de capacidade na forma de potência

  • Dezembro: leilões de energia existente A-1 e A-2

Confira, no quadro abaixo, como ficaram os resultados do leilão nº 8/2021:


Fonte: https://epbr.com.br/aneel-homologa-resultado-do-leilao-de-energia-nova-a-5-de-setembro-de-2021/

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page